Nossa viagem a BUSAN - Coréia do Sul

A nossa equipe foi conhecer a Coréia do Sul no voo de baixo custo (LCC) da AIR BUSAN que inaugurou no dia 21/Junho deste ano. Um bate e volta para visitar Busan, a segunda maior cidade do país.

 


Do Aeroporto de Nagoya ao Aeroporto Gimhae em Busan com a Air Busan

Saída às 10:45h da manhã e com apenas 1h30min de Nagoya, o voo da Air Busan foi tranquilo. Assento confortável apesar de baixo custo. Como a maioria das LCCs não dá para reservar o assento com antecedência mas, por ser curto tempo de viagem, sem muita preocução. Em todo caso, chegamos cedo no aeroporto para tentar marcar assento juntos. Conseguimos!

Ao chegar na Coréia, passamos pela imigração, retiramos as malas e passamos pela alfândega.

 

Transporte do Aeroporto até a cidade

Pegamos um limousine bus do aeroporto até a praia Haeundae Beach, onde reservamos o nosso hotel. Se vai pegar ônibus municipal, é recomendável pesquisar as linhas antes e comprar o cartão T-Money (cartão recarregável para fazer pagamentos). O limousine bus é mais confortável e com compartimento para bagagens pequenas e grandes. Achamos melhor passar no hotel antes de iniciar a nossa jornada.

Recomendamos também pegar um WiFi portátil para pesquisar com facilidade no Google Maps as rotas de ônibus e trens. Ah! O transporte público da Coréia é excelente, tão eficiente e talvez até mais confortável que o transporte público no Japão.

A comunicação com o motorista do ônibus foi um pouco complicada. Um pouco de inglês e japonês e maior parte na mímica! Mas tudo bem, faz parte da diversão. Valeu a experiência e a nossa dica: cartão T-Money e WiFi + Google Maps!

Chegamos no hotel, fizemos o check-in, deixamos as bagagens no quarto e partimos para o passeio!

 

 

Passeios no 1o dia

Após deixar as bagagens no hotel pegamos o metrô na Estação Hauendae e descemos na Estação Centum City para visitar o maior shopping center do mundo, o Shinsegae Centum City. O percurso de trem demorou menos de 10 minutos.

É uma área que reúne vários shoppings e realmente é enorme, com muitas lojas de roupas, produtos de beleza, supermercado, praça de alimentação e no topo tem um parque de dinossauros (recomendado para crianças), e cafeterias com vista para a cidade, pois o shopping possui 13 andares!

Voltamos para Haeundae Beach e demos uma volta perto do hotel para conhecer a região e vimos que a noite é bem agitada nessa região de Busan: muitos restaurantes, cafeterias e bares, lembrando bastante as regiões de praia do Brasil. Próximo a Haeundae Beach tinha vários restaurantes e bares que funcionam até tarde, lembrando um pouco a vida noturna do Brasil.

 

 

Passeios no 2o dia

 

No segundo dia, acordamos cedo e fomos passear na praia mais famosa de Busan, Haeundae Beach. A estrutura da praia é excelente, dá para alugar guarda-sol, cadeiras e ficar tranquilo na praia, ou se preferir entrar no mar dá para alugar bóias ou fazer alguns esportes radicais no mar.

 

Aproveitamos que ainda estava cedo, pegamos um ônibus público e fomos para o Templo Haedong Yonggungsa. É um templo budista que fica na beira do mar. De Haeundae Beach até o templo levou cerca de 45 minutos. É um dos lugares mais conhecidos de Busan, o cartão postal da cidade, mas valeu a pena. Muito bonito.

Próximo ao templo tinha várias barraquinhas vendendo comidas e souvenires típicos de lá.

Decidimos voltar para Haeundae Beach e aproveitar o final do dia próximo a praia, passeando pelas barraquinhas e lojinhas, e tomando café. Os coreanos, em geral, amam café! Praticamente em toda esquina tinha uma cafeteria, das mais simples até as mais sofisticadas e inclusive temáticas.

 

Comidas

Não podemos esquecer de comentar sobre as delícias da Coréia!

Para quem gosta de temperos ardidos: um paraíso. Uma seleção de pratos apimentados. Não somos muito fortes nesta especialidade, mas experimentamos!
Do lado esquerdo a sopa super-ardida, Sundubu, com frutos do mar e tofu. Do lado direto, o Cheese Dak-galbi: uma mistura de carnes e verduras apimentadíssimas no centro e queijos ao redor do prato que ajudam a amenizar o sabor da pimenta. Depois deste prato, um suco de melancia nas barracas vai bem!

Quem não gosta de pratos ardidos, não se preocupem! Há muitas outras opções. Os coreanos também gostam muito de carnes e achamos até uma churrascaria brasileira na cidade. Tem também barracas com salgados e doces em vários lugares.

 

Uma rápida visita a Seoul no 3o dia

Encaixamos a visita a Seoul no 3o dia. Optamos pelo trem-bala e fizemos uma ida e volta no mesmo dia. O percurso durou cerca de 2h30min de Busan até Seoul, mas no conforto do trem-bala o tempo passou rapidinho, e foi bom para recarregar as energias.

Ao chegar em Seoul fomos no bairro sofisticado de Myeongdong, famoso pelos produtos de beleza, comidas, e bastantes barraquinhas e restaurantes. O bairro estava bem calmo e deu pra visitar bastante lojas. O movimento cresce ao entardecer, com a chegada das barraquinhas de comida.

De lá pegamos um ônibus e fomos no Palácio Gyeongbokgung. O palácio é muito bonito e fica em uma área enorme. O pátio é imenso e é possível ver muitas pessoas utilizando trajes típicos coreanos. No palácio também acontece a cerimônia de troca da guarda real, porém, infelizmente, quando chegamos já tinha acabado.

Seguimos de metrô para o Memorial de Guerra da Coréia. O memorial é muito grande, do lado de fora já podemos ver réplicas de navios, aviões e tanques de guerra. O memorial também homenageia os países que apoiaram e ajudaram a Coréia do Sul durante a Guerra das Coréias em 1950.

 

Voltamos para Myeongdong para comer e fazer algumas compras, inclusive as lembrancinhas (omiyage) para os colegas de trabalho. Depois, pegamos o trem-bala de volta para Busan.

 

 

De volta para Nagoya

Como o voo de volta saía as 8h25, pegamos o Limousine Bus e chegamos por volta das 6h no Aeroporto de Busan. Fizemos o check-in, tomamos um café antes de embarcar e assim finalizamos nosso passeio em Busan...
 

Tivemos 3 dias de passeio, voltando no 4o dia. Aproveitamos bem e conhecemos até Seoul que no início não estava nos planos. Uma boa opção para passear em poucos dias de folga. Dessa vez o Teleférico, o Aquário e o Mercado de Peixes que queríamos conhecer ficaram fora do roteiro... Mas tudo bem. É perto. Fica para uma próxima visita.

Busan é uma cidade compacta que tem um pouco de tudo!